A quantidade de dinheiro atualmente gasto em transformações nas empresas é algo impressionante. De acordo com relatório da IDC, em 2022 serão gastos mundialmente pelas empresas quase US$ 2 trilhões.

Infelizmente da mesma forma que a quantidade de dinheiro gasto vem aumentando, o mesmo acontece com o número de transformações mal sucedidas. Publicações recentes das revistas Harvard Business Review e Forbes, confirmam que:

apenas 25%-30% de todas as transformações atingem integralmente o beneficio esperado, ou seja, o retorno de investimento planejado.

Ou seja, 70% das iniciativas de transformação continuam a ter resultados fracos ou até mesmo são uma falha total.

Felizmente, existem vários sinais de alerta que seu projeto pode estar a caminho de se tornar mais um número desta terrível estatística.

5 sinais de que a transformação pode estar com problemas.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

ALERTA #1 – Falta de uma visão clara e concisa da transformação.

Como disse o gato de botas: “Se não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve.”.

Ou seja, como será o futuro da sua organização após a transformação? Sem isso, como você irá saber o que te levará a chegar até lá?

O ponto de partida deve ser uma definição clara e convincente da imagem da empresa no futuro. A maioria dos líderes seniores tem um projeto com metas, prazos e especificações técnicas, mas sem uma visão concreta do formato final.

O problema normalmente começa a nascer na falta de definição e alinhamento dos objetivos empresariais e humanos. Os objetivos humanos são os comportamentos necessários que as pessoas precisam ter no futuro para sustentar a transformação após a fase da implementação “go live”.

A visão clara irá lhe ajudar a responder perguntas chave como:

  • O que estamos realmente fazendo?
  • Quais serão as consequências se não tivermos sucesso?

E por fim,

  • Quais serão os novos comportamentos que iremos precisar?
  • Como iremos demonstrá-lo na prática?
  • Como mediremos esses comportamentos?

ALERTA #2 Foco excessivo na implementação “Go Live” e falta na consolidação “Adoção”

Foi dada a largada para transformação e toda organização corre para chegar o quanto antes no “Go Live” e depois…

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Infelizmente isso é muito comum, as empresas cometerem esse erro de se concentrar excessivamente em colocar as iniciativas para rodar.

O pensamento comum é que: “Se está tudo rodando, nós terminamos”. Isto é uma implementação bem-sucedida, que normalmente muitas organizações são muito boas em chegar até essa fase.

Mas o retorno de investimento e o sucesso do processo de transformação devem ser medidos pelo ponto de vista da sustentabilidade do resultado e mudança de comportamento das pessoas. Lembre-se, um processo de transformação não poder ter sucesso sem antes atender às 5 métricas:

  1. Foi realizado dentro do prazo?
  2. Foi executado dentro do orçamento previsto?
  3. O escopo técnico foi atendido?
  4. Os objetivos empresariais foram alcançados?
  5. Os comportamentos humanos foram conquistados?

ALERTA #3 Líderes e Agentes estão focados em ações “seguras”, mas com baixa relevância.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Seus líderes e agentes podem estar muito ocupados, mas será que estão ocupados em coisas que geram impacto?

Com a realidade da mudança constante de cenários ao longo do processo, os CEO e líderes seniores simplesmente não podem permitir que sejam gastos seus recursos e tempo em coisas que não estão gerando valor ao projeto.

Então, se os líderes e agentes não estiverem focados diariamente em avaliar o impacto e em guiar as pessoas, seu projeto poderá estar em sérios apuros, de grande volume de entregas, mas com pouco valor.

ALERTA #4 Líderes seniores dizem que “apoiam a transformação”, mas não validam os esforços.

Transformação acontece de cima para baixo. É essencial que o CEO e seus executivos seniores não apenas digam que apoiam a transformação, mas que validem em ações rotineiras e os esforços de toda a organização.

Quando há inconsciência entre o que o alto escalão executivo diz e o que faz, eles estão validando que há problemas e que a transformação não é uma realidade.

Isso também é válido para os líderes das camadas intermediárias na hierarquia de sua organização.

Na prática, vemos que quando há coerência entre o discurso e a validação dos esforços, você consegue acelerar a transformação de forma segura, minimizando o risco de insucesso.

ALERTA #5 Falta de gestão rigorosa

Sei que a palavra rigor, pode gerar diversos pensamentos inadequados para as pessoas envolvidas na transformação.

O fato é que o CEO ou executivo sênior que está investindo na transformação de sua organização, não pode ter várias formas de gestão das diversas iniciativas dentro do processo.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Ele precisa ter uma visão clara sobre como o projeto está sendo gerenciado, desde o escopo global até os subprojetos, a fim de avaliar com o mesmo rigor todas as fases.

Isso vai trazer uma visão estratégica e reduzir o risco de falhas potenciais.

Agora, você está implementando algum projeto de transformação? Você consegue ver algum desses sinais de alertas?

Agora você já consegue ter um novo horizonte para buscar metodologias que lhe ajudem de forma estruturada e sistêmica a caminhar com mais segurança em sua jornada de transformação de sua organização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *